sexta-feira, maio 25, 2007

A preto e branco…


…Depois de um dia quente de Verão, na ilha Azul, sem que me saíssem da cabeça todas aquelas aventuras que lá vivemos e que nos fizeram tanto sorrir, como que em gesto de agradecimento por aquele sentimento eterno que nos enche e torna livres e leves, que nos faz emocionar e dessa forma entregar e render à amizade, fechei os olhos para tentar saborear melhor tudo o resto. O barulho das ondas naquela praia onde o sol ao pôr-se se reflecte prateado no mar e nos permite distinguir apenas silhuetas pretas entregues ao horizonte; a actividade das cagarras agitadas a caçar, gritando da sua forma tão peculiar; o calor da areia preta e da montanha que ao emanar nos aquece, enquanto a aragem se torna fresca e nos traz a lua enorme que se ergue mesmo por trás de nós…

…Com a calma e a atenção necessárias, comigo, um ano depois, juntou-se toda a Natureza e juntaram-se todas as recordações. Misturadas com as ondas, as aves e as sensações, ouvia e sentia as nossas brincadeiras e jogos, as nossas conversas e emoções, tantas vezes partilhadas naquele espaço a que tantas vezes me reporto. Naquele momento, para mim, estávamos de novo juntos, os três, naquele local que nos uniu para sempre…

…De olhos fechados, com o cabelo solto e sentindo o vento na cara, sentado na areia na posição mais confortável que encontrei e com o coração leve, misturei as cores do fim do dia com o preto e branco doce e intemporal das recordações. Os refúgios que fomos nós a colorir…


(Desenhado a lápis de carvão pela minha mãe)

6 Comments:

Anonymous Sonia said...

Fabulástico! Familia de artistas! :)

9:34 da tarde  
Blogger Frei Bruno said...

Hoje finalmente vou comentar! É que fizeste-me passar cá um arrepio pelas costas!!! Pois bem sei do que falas...
Saudades daquele estar simplesmente ali e contemplar sem mais, deixar-se estar e nada mais pensar, fazer...
Obrigado
um abração

9:52 da tarde  
Blogger Tiago Krug said...

Sim!
É verdade Sónia!
Falta a geração mais nova descobrir os seus talentos também!
Eu e a minha irmã também queriamos!
Mas tá dificil. Se calhar só surgemr lá pelos 40... =P
Já viste o quadro em que a minha mãe pintou a minha irmã? =)

E Bruno! É o que nos faz aquela ilha mágica...
Espero ainda estar este ano contigo naquela mesma praia!
Combinado? =)
Vai ser lindo ter-te lá por perto também! =)
Abração!

10:44 da tarde  
Blogger Frei Bruno said...

Pois será sem dúvida e nem imaginas o k te esperará lá...
Já ando a imaginar uns cenas a visitar k acredito nunca tenhas visto e decerteza ñ será apenas na praia do Porto Pim lolol
abração

12:44 da manhã  
Blogger Tiago Krug said...

EHEH! Lindo!
Já ando quase a contar os dias! =)

Mas olha lá, também não conheço só a praia de Porto Pim! =P

Vivam os Açores! =)

Abraçooo!

9:44 da manhã  
Blogger Frei Bruno said...

vivam os açores concerteza, olha, acabei de amrcar a minha pasagem, já falta pouco

3:22 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home