sexta-feira, maio 11, 2007

Uns dias em Amesterdão…


…Gostei acima de tudo do conceito, da coerência e da forma que lhe dão a liberdade e a ligeireza. Nas ruas, sempre planas, vêem-se bicicletas passear por todo o lado e as águas dos canais a correr por entre as pontes. As casas, sempre iguais e baixas, por vezes tortas, têm janelas que as trespassam de um lado ao outro, e apenas um ou outro carro vemos pelas estradas passar. Ao sol, sentadas na rua ou na explanada arrumadas, as pessoas, quase todas magras, simpáticas e com ar jovial. E de repente, um eléctrico, e um senhor num urinol público a mijar. Os espaços verdes e os barcos, as túlipas e os patos, as senhoras à janela e outras tantas na rua a passear. Rapidamente, estamos em qualquer local onde nos combinamos encontrar, nesta capital onde aparentemente o stress não se lembrou de ficar...

3 Comments:

Blogger Ana said...

Qdo lá estive tb senti o mesmo!!! Não me importei com o tempo cinzento... Aquelas janelas e aquela organização fascinaram-me...
Que cidade...

Picita

1:52 da manhã  
Blogger Tiago Krug said...

Eu ainda tive a sorte de apanhar um tempo fenomenal!
Com o céu sempre limpo e com calor!
Andei sempre de manga curta!
E esta hein? =)

Beijos!

7:20 da tarde  
Blogger Inês said...

Ehehe...

Eu quero, eu quero... ir para Amesterdão eu quero!!! Eu vou, eu vou, eu vou, eu vou... para Amesterdão eu vou, eu vou!!
lol...

Gostei de ouvir todas as histórias e ver as fotos!!!

Ainda bem que te divertiste:D
Ainda bem que sim :D

Beijão gigante!!! :D

11:34 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home